| |

Transmissão ao vivo para a TV Serra Dourada

Já reparou no quanto as notícias chegam rápido pra gente? Esses dias eu estava almoçando em um restaurante aqui perto de casa. Ouvi um barulho muito alto vindo da rua, bem característico de acidentes de trânsito. Em minutos, o jornal que passava na TV do lugar já estava com uma transmissão ao vivo sobre o ocorrido. Descobri mais tarde que a transmissão em tempo real foi feita por mochilink. Nunca ouviu falar? Então vou te explicar como esse equipamento funciona. Bora lá?!

Conheço muitas pessoas que trabalham com transmissão ao vivo. Então foi até fácil aprender um pouquinho. Pedro Ducatti é produtor na Zoeweb e me explicou que o mochilink usa o streaming nas transmissões. Quando conversamos, tive a oportunidade de ver o equipamento de perto. A primeira vista, é uma mochila normal, dessas que a gente usa no cotidiano. A ideia do mochilink é compactar toda a estrutura de streaming. Então os aparelhos que ele carrega fazem a captação, codificação e transmissão do conteúdo.

Para me explicar melhor, Pedro citou como exemplo a parceria da Zoeweb com a TV Serra Dourada, que é afiliada ao SBT em Goiânia. Com o equipamento, a emissora faz coberturas ao vivo praticamente de qualquer lugar, horário e nas situações mais adversas. Pedro me explicou que a parceria já existe há alguns anos e tem sido decisiva paras as coberturas da TV.

transmissão ao vivo de evento híbrido

O jornalismo exige rapidez e dinamismo. O mochilink tem ajudado a TV Serra Dourada nas transmissões sem a preocupação de montar equipamentos. Não é necessário ter nem a conexão com energia. Incrível, né? Pedro comentou que antes de existir o streaming pela internet, as emissoras faziam coberturas por satélite. Sabe aquelas vans cheias de antenas de TV que apareciam nos filmes? A realidade das transmissões era daquele jeito. Então imagina só a dificuldade!

Pedro me explicou que tem outro fator importante para a parceria com a TV Serra Dourada dar tão certo: a qualidade do equipamento. Mesmo sendo algo totalmente tecnológico, é comum encontrar mochilinks que não têm uma boa conexão com a internet ou que atrasam a transmissão.

Uma curiosidade que descobri é que o mochilink não é exclusivo para emissoras de TV. Em eventos que precisam de mobilidade ou há pouco espaço, esse recurso pode ajudar bastante. Outra situação muito comum é quando o local de transmissão não possui estrutura de internet de boa qualidade. Pedro me disse que isso acontece porque o que vale é a velocidade de upload e não de download, que é a que gente mais conhece. Bom, agora que descobri como o mochilink funciona, já quero usar nos meus próximos eventos online! Gostou de conhecer o equipamento? Nos próximos dias trago mais dicas pra você!

Também quer fazer uma transmissão ao vivo sem preocupações? Me chame no WhatsApp que eu vou te ajudar!

Artigos similares