home fazendo treinamento online em tablet
| |

Como criar uma universidade corporativa?

A forma de atuar e se posicionar no mercado afetam diretamente muitos negócios. Nos últimos anos, a transformação digital tem gerado outros contextos empresariais. Nesse cenário, a universidade corporativa surge como aliada para a atualização profissional. Nos itens a seguir, saiba mais como ela funciona e os benefícios de incluí-la nos negócios atuais.

O que é universidade corporativa?

Apesar de ser mais comum em grandes empresas, a universidade corporativa pode ser adotada em negócios de qualquer tamanho e segmento. Conhecida também como universidade empresarial, ela é uma “instituição de ensino” voltada para a capacitação dos colaboradores em geral.

Ela pode envolver cursos, treinamentos, palestras e workshops e são focadas em competências relacionadas à empresa. Por exemplo, a implantação de um novo serviço no portfólio, onde os funcionários precisem ser capacitados para fazê-lo.

A Pedagogia Empresarial é a principal referência para as universidades corporativas. Ela é o campo de conhecimento que trabalha com a formação profissional dentro das organizações. Outra característica, é que as empresas podem trabalhar tanto o treinamento quanto o desenvolvimento dos colaboradores. De modo geral, os termos se referem a:

  • Treinamento – capacitação pontual e de curto prazo;
  • Desenvolvimento – processo de longo prazo e que engloba várias atividades, como projetos, cursos e treinamentos.

Qual a diferença entre universidade corporativa e a tradicional?

Por conta do nome, muitas pessoas e empresas acreditam que as universidades corporativas são iguais às tradicionais. Apesar do foco de ambas serem a capacitação profissional, elas são diferentes principalmente em dois pontos: o vínculo institucional e a regulamentação.

Vínculo com o negócio

De modo geral, os principais objetivos de uma instituição de ensino é o retorno financeiro e a contribuição social. Essa característica é um ponto em comum entre as universidades corporativas e as tradicionais. A diferença é que os negócios investem nos colaboradores para que permaneçam na empresa, tenham um melhor desempenho e gerem mais lucros.

Já as universidades em geral formam pessoas para o mercado de trabalho. Elas são focadas em habilitar o profissional para trabalhar em determinada área, mas sem aprofundar em um tipo de negócio em si.

Regulamentação dos cursos

No Brasil, os níveis de ensino técnico, graduação e pós-graduação são regulamentados pelo MEC (Ministério da Educação). Antes de serem ofertados, esses tipos de capacitação passam por avaliações do órgão, que pode ou não autorizar a abertura do curso.

Por causa do seu foco e das características de cada negócio, as universidades corporativas em geral não ofertam cursos nessas modalidades. As empresas não dependem de uma regularização para criarem essas instituições de ensino, pois seguem a mesma legislação de cursos livres. Ou seja, elas têm mais liberdade para organizarem sua estrutura da forma que mais achar melhor.

Quer criar uma universidade corporativa personalizada para sua empresa? Então clique aqui e fale comigo agora!

Quais as vantagens de uma universidade corporativa?

As universidades corporativas trazem benefícios para as empresas e os funcionários, sendo inclusive um diferencial competitivo para o negócio. Para os colaboradores, os principais benefícios são:

  • Ensino prático e dinâmico – como as capacitações são específicas da empresa, geralmente são priorizados conteúdos rápidos e aplicados ao cotidiano;
  • Formação continuada – os projetos, cursos e treinamentos tendem a acontecer com mais frequência. Para o funcionário, isso se reflete em uma atualização profissional contínua;
  • Motivação interna – as pessoas se sentem mais integradas e envolvidas com o negócio. Isso cria um ambiente de trabalho mais produtivo e amigável.

Já para os negócios, a implantação de uma universidade corporativa pode contribuir para:

  • Gestão da marca – o consumidor percebe a melhora na entrega dos produtos e/ou serviços, gerando recomendações e fortalecimento da imagem do negócio;
  • Redução de custos – a capacitação e valorização profissional diminuem a rotatividade de funcionários, evitando gastos com rescisões e onboarding;
  • Vantagem competitiva – com funcionários mais bem preparados, o negócio consegue atuar e se posicionar com mais eficácia no mercado.

Como implantar uma universidade corporativa?

A tecnologia é uma grande aliada para a criação das instituições de ensino dentro das empresas. A transformação digital dos negócios contribui para a adoção de plataformas personalizadas para a universidade corporativa de qualquer segmento.

Modelo online X presencial

Além da praticidade, as empresas têm optado pelo formato online principalmente devido à redução de custos em relação ao modelo presencial. As universidades corporativas mais atuais utilizam o streaming ao vivo e/ou on demand para evitar despesas com:

  • Locomoção;
  • Espaço físico;
  • Alimentação;
  • Contrações recorrentes de palestrantes.

Uma plataforma profissional contribui para uma avaliação mais consistente da universidade corporativa. A empresa pode gerar relatórios para medir o acesso, a participação e o desempenho dos colaboradores, por exemplo. Outro fator que contribui para a adoção do modelo online é a possibilidade de usar recursos como: gamificação, quiz, sorteio, enquete e emissão de certificados.

Já em relação aos conteúdos, as universidades corporativas online têm como vantagem:

  • Alcance de público – a empresa pode capacitar uma grande quantidade de funcionários simultaneamente e de qualquer lugar;
  • Acessibilidade – o ambiente de estudos se adapta a qualquer aparelho de acesso e qualidade de internet do usuário;
  • Flexibilidade – as capacitações podem se feitar de acordo com a disponibilidade de agenda do participante;
  • Longevidade – os conteúdos ficam disponíveis por mais tempo, podendo ser usados em revisões ou em outros canais.

Universidade corporativa online

As empresas devem avaliar diferentes aspectos para criar uma universidade corporativa, priorizando um planejamento consistente para o projeto. Nesta etapa, é necessário definir o orçamento e os objetivos do negócio com a instituição de ensino. Além disso, é recomendo estabelecer uma política de estímulo ao desenvolvimento profissional para assegurar o envolvimento dos funcionários.

Outro fator é o levantamento do público que será impactado pela universidade corporativa. A empresa deve avaliar as características e necessidades dos colaboradores quanto à: formação necessária, receptividade do projeto, acessibilidade e disponibilidade de horário. Assim, o negócio poderá definir os formatos de capacitação que melhor se adéquam aos objetivos traçados. Isso inclui os tipos, duração e profundidade dos conteúdos.

A partir desses pontos, a universidade corporativa online poderá determinar aspectos mais específicos das capacitações, como: calendário pedagógico; instrutores e professores; metodologias; avaliações.

Plataforma para universidade corporativa

O ambiente virtual é parte crucial para o sucesso das universidades corporativas. Como tendência, as empresas têm optado por plataformas de vídeos OTT que integram arquivos, materiais gravados e também a transmissão ao vivo. Assim como os conteúdos abordados nas capacitações, a plataforma online também deve atender requisitos específicos. São eles:

  • Personalização – a empresa deve adequar identidade visual e também a navegação do usuário de acordo com as necessidades levantadas;
  • Recursos da plataforma – a universidade corporativa de ter ferramentas de interação e aprendizagem eficientes, como gamificação, enquetes e quizzes;
  • Estabilidade de acesso – o ambiente virtual deve ser estável, sem falhas ou lentidão. É recomendável optar por plataformas com rede de distribuição (CDN) brasileira;
  • Experiência do usuário – a universidade corporativa precisa ser adaptável a qualquer dispositivo de acesso e qualidade de conexão do usuário.

No mercado atual existe uma variedade de opções para a criação de uma universidade corporativa online. No entanto, é fundamental avaliar a experiência que o fornecedor contratado possui neste segmento para garantir um projeto de qualidade.

Artigos similares